Policial

Em Vilhena, Polícia Civil realiza Operação Consilium Fraudis para prender suspeitos de obter financiamento por meio de fraudes

O Nome da operação faz alusão ao conluio entre os representados para prejudicar terceiro

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Vilhena/RO, deflagrou na manhã desta sexta-feira, 17 de Fevereiro, a Operação Consilium Fraudis visando prender grupo criminoso que atua na obtenção de financiamento por meio de fraude.

A ação policial visou dar cumprimento a 3 mandados de prisão preventiva e 04 mandados de busca e apreensão cujas cautelares foram deferidas pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena a partir de Inquérito Policial instaurado para apurar o crime de extorsão majorada e crime contra o sistema financeiro.

Segundo apurado inicialmente, a vítima foi cooptada pelo grupo que lhe ofereceu assessoramento na obtenção de empréstimo bancário para a aquisição de gado prometendo agilizar a tramitação do processo junto à instituição financeira.

Assim que os valores foram liberados de forma fraudulenta, a vítima foi comunicada da liberação equivocada dos valores em sua conta corrente, de modo que, ao procurar a instituição financeira, foi ameaçada pelo líder do grupo para que efetuasse a transferência dos valores para a conta de um dos envolvidos.

O valor obtido de forma fraudulenta em apenas um empréstimo foi de mais de R$ 190.000,00 (cento e noventa mil reais).

Assim, o delegado de Polícia André Roberto representou pelo bloqueio dos valores em conta, bloqueio de bens imóveis, busca e apreensão e prisão preventiva, especialmente pela atividade comercial estruturada em empresa destinada a intermediação de empréstimo para fins rurais.

Foram presos preventivamente JOEL ASSOLARI MARCONI e LUCAS SANTOS DA SILVA. O preventivado YURI ANDRADE REGINO não foi encontrado, estando foragido.

Qualquer informação acerca de sua localização poderá ser direcionada ao 197 ou à Unisp em Vilhena, garantindo-se o sigilo da informação.

As buscas arrecadaram grande quantidade de documentos que passarão por análise nos próximos dias. Participaram da operação policiais da 1ª DP, DERF, DEECV, DEAM e 1ª DP DE CEREJEIRAS.

O Nome da operação faz alusão ao conluio entre os representados para prejudicar terceiros.

Fonte: Assessoria PC

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)