Policial

Em Vilhena, mulher acusa DJ de tentar vender no Facebook, celular perdido em casa noturna

DJ havia se negado em devolver o aparelho e quando devolveu por conta de um amigo, não entregou o chip

Na tarde de quinta-feira, 02 de Janeiro, uma garota de 20 anos, moradora do distrito de Nova Conquista, registrou queixa na UNISP, em Vilhena, acusando um DJ de tentar vender, num grupo do Facebook, o celular dela, que havia sido furtado numa casa noturna da cidade.

Segundo ela, após o aparelho ser encontrado, ele foi entregue ao DJ, que deveria devolvê-lo.

Acontece que o músico, ao invés disso, passou a oferecê-lo num grupo de vendas na rede social.

A moça, então, entrou em contato com o acusado, e ele teria dito que “se havia encontrado o celular, não era crime vendê-lo”. E continuou se negando a devolver o aparelho, mesmo a dona se identificando.

O equipamento só foi devolvido após um amigo do DJ conversar com ele, mas o chip não foi entregue junto.

A Polícia Civil instaurou inquérito policial quanto aos fatos registrados na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) e deve qualificar o DJ no crime de apropriação indébita.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários

Google

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor nos ajude a manter o site no ar e desative seu Adblock. Agradecemos pela compreensão! :)