Geral

Chuva forte que caiu sobre Vilhena gerou danos no CIRETRAN, mobilizou resgates de Bombeiros e alagou cidade

Resgates foram realizados pelo Corpo de Bombeiros em veículos que ficaram em meio a alagamentos

Até pareceu ser uma cidade grande, com alagamentos e necessidades de resgates, registrados nesta sexta-feira, 01 de Fevereiro, na cidade de Vilhena, após uma forte chuva que caiu sobre o município.

Não é de hoje que sabemos que quando chove, ruas e avenidas viram verdadeiros riachos, inclusive, invadindo empresas locais, gerando prejuízos. Este é o reflexo das péssimas gestões que estiveram no comando de Vilhena/RO ao longo dos anos. Prefeitos que fizeram asfalto para conseguir votos mas esqueceram do saneamento básico e hoje, quem paga o pato é a população.

Durante a manhã desta sexta-feira, ruas e avenidas ficaram alagadas e motoristas ficaram presos em veículos no meio do alagamento, sendo necessário o atendimento do Corpo de Bombeiros para realizarem os resgates. Um dos casos, ocorreu na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, ao lado do parque de exposições, onde a água da chuva inundou as obras de macrodrenagem e as avenidas, tendo a motorista de uma camionete Toyota Hilux, ficado ilhada no meio da água.

Além disso, prejuízos em órgãos públicos, como o CIRETRAN da cidade, conforme vídeo, apresentaram queda de telhado e a água invadiu a instituição, sendo necessário o uso de lonas para proteger computadores e documentos.

Veículos tiveram suas placas arrancadas ao tentarem transitar pelas ruas alagadas e agora, “inundam” as redes sociais em buscas das mesmas. Um poste chegou a cair e a Polícia Militar foi acionada. O prejuízo foi grande em toda a cidade, mas, felizmente, não deixou vítimas.

A população reclama da atual gestão de Eduardo Japonês e cobram mais atuação. Outros, mais sensatos, culpam as gestões anteriores, que nada fizeram para solucionar estes problemas na cidade, como no caso da gestão Rosani Donadon que tevê seu mandato cassado pela honrosa Justiça.

O que de fato não dá mais para aceitar, é o abandono do poder público em dar respostas a sociedade, com trabalho e solução de problemas. Até quando a cidade sofrerá com o abandono e a falta de saneamento básico?

 

 

Carlos Mont Serrate / Claudemir Sabino

Rota Policial News

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar