Policial

Agricultor deverá pagar R$900 de multa após ser preso por extração ilegal de madeiras

Caso aconteceu no KM 40 da Linha 135, em Vilhena

A Polícia Ambiental prendeu, na tarde da quarta-feira, 15 de Janeiro, um homem de 53 anos, suspeito de extrair madeira de forma irregular para uso particular. O caso aconteceu no KM 40 da Linha 135, em Vilhena.

A situação foi descoberta durante um patrulhamento de rotina na zona rural. A guarnição encontrou o suspeito enquanto ele guardava as madeiras em sua casa.

Eram duas árvores que foram extraídas de uma propriedade vizinha e diante disto, foi feita denúncia as autoridades.

O homem confessou que a madeira seria usada para melhorias em sua propriedade, e no local, uma terceira tora foi encontrada.

Ele, que não tinha licença ambiental para a exploração, recebeu uma multa no valor de R$ 900.

Como o caso não foi um flagrante, tendo em vista que as madeiras haviam sido extraídas dias antes, o autor não foi levado para a UNISP (Unidade Integrada de Segurança Pública), onde o caso está registrado.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comentários

Artigos Relacionados

Fechar